Papa no Regina Coeli: Blaj, terra de martírio, liberdade e misericórdia

“Aqui em Blaj, terra de martírio, liberdade e misericórdia, presto homenagem a vocês, filhos da Igreja greco-católica, que, há três séculos, testemunham com ardor apostólico a sua fé”, disse Francisco

Cidade do Vaticano

No final da Divina Liturgia greco-católica celebrada, neste domingo (02/06), no Campo da Liberdade, em Blaj, o Papa Francisco rezou a oração mariana do Regina Coeli.

Francisco saudou as pessoas ali presentes e agradeceu a recepção cordial.

“Com deferência, saúdo o senhor Presidente da República e demais autoridades, expressando a minha sincera gratidão pela profícua colaboração na preparação e realização desta minha visita. Agradeço a Sua Beatitude o Patriarca Daniel, ao Santo Sínodo, ao Clero e aos fiéis da Igreja Ortodoxa da Romênia, que me acolheram fraternalmente! O Senhor abençoe esta antiga e ilustre Igreja e a sustente na sua missão.”

A seguir, saudou com afeto e reconhecimento o cardeal Lucian Mureşan, os fiéis da Igreja católica, bispos, sacerdotes, religiosos e fiéis leigos de Bucareste e Iaşi, bem como os numerosos peregrinos da Şumuleu Ciuc.

Maria proteja todos os cidadãos da Romênia

“Agradeço ao Senhor que me deu a possibilidade de rezar com vocês e encorajar o seu compromisso de evangelizar e testemunhar a caridade. Aqui em Blaj, terra de martírio, liberdade e misericórdia, presto homenagem a vocês, filhos da Igreja greco-católica, que, há três séculos, testemunham com ardor apostólico a sua fé.”

“Que a Virgem Maria estenda a sua proteção materna sobre todos os cidadãos da Romênia, que sempre, ao longo da história, confiaram na sua intercessão”, frisou o Papa.

Francisco confiou o povo romeno aos cuidados de Nossa Senhora para que ela possa guiá-lo “no caminho da fé a fim de que possa avançar rumo a um futuro de autêntico progresso e paz e contribuir na construção duma pátria cada vez mais justa e fraterna”.

Com informações do Vatican News



News Reporter