Papa no Angelus: podemos confiar muito na misericórdia de Deus, mas sem abusar

Papa no Angelus: podemos confiar muito na misericórdia de Deus, mas sem abusar

On

“Apesar da esterilidade, que por vezes marca a nossa existência, Deus tem paciência e nos oferece a possibilidade de mudar e de progredir no caminho do bem. Mas o prazo implorado e concedido à espera que a árvore finalmente frutifique, indica também a urgência da conversão”, disse o Papa no Angelus comentando o Evangelho deste III Domingo da Quaresma